O DIREITO INTERNACIONAL NA CONCEPÇÃO DE CARL SCHMITT E O DEBATE ENTRE OS CONCEITOS DE GUERRA ANGLO-SAXÃO E EUROPEU- CONTINENTAL

Autores

  • Clarindo Epaminondas de Sá Neto UFERSA
  • Ingrid Zanella UFPE

DOI:

https://doi.org/10.22171/rej.v18i28.1393

Resumo

No presente artigo identificamos três eixos fundamentais sobre os quais é possível estruturar o pensamento de Carl Schmitt sobre o direito internacional: a ordenação do espaço, a guerra e a limitação da guerra. A estruturação aqui proposta torna mais tangível a doutrina de Schmitt em comparação com outros intentos de estudos do pensamento jurídico-internacional do jurista alemão (como os de Kervègan e Campderrich, entre outros). Também, mostramos que com nossa interpretação acerca desses temas, é possível, ao menos em princípio, esclarecer aspectos até então obscuros do pensamento schmittiano sobre o direito internacional. A pesquisa baseou-se na observação de obras de Carl Schmitt e em outros doutrinadores internacionalistas. Como conclusão afirmamos que o pensamento de Schmitt sobre os diversos tipos de guerra e sobre os efeitos internos deflagrados pelos conflitos bélicos, apesar de terem sido construídos no século passado, dão sustentação aos conflitos atuais, demonstrando quão atual é o seu pensamento acerca da função do direito internacional.

Biografia do Autor

Clarindo Epaminondas de Sá Neto, UFERSA

Mestre em Relações Internacionais (UNICAMP); Mestre em Direito (UFRN); Doutorando em Direito (UFSC); Professor Efetivo do Curso de Direito da Universidade Federal Rural do Semi-árido - UFERSA.

Ingrid Zanella, UFPE

Mestre e doutroa em direito pela UFPE. Professora da graduação, mestrado e doutorado da UFPE. Professora do mestrado da UFRN.

Downloads

Publicado

2015-09-22

Como Citar

de Sá Neto, C. E., & Zanella, I. (2015). O DIREITO INTERNACIONAL NA CONCEPÇÃO DE CARL SCHMITT E O DEBATE ENTRE OS CONCEITOS DE GUERRA ANGLO-SAXÃO E EUROPEU- CONTINENTAL. Revista De Estudos Jurídicos Da UNESP, 18(28). https://doi.org/10.22171/rej.v18i28.1393

Edição

Seção

LINHA I Cidadania Civil e Política e Sistemas Normativos