REPRESENTAÇÕES DO COMPORTAMENTO FEMININO EM BELO HORIZONTE (1920-1930) * REPRESENTATIONS OF FEMALE BEHAVIOUR IN BELO HORIZONTE (1920-1930)

Lucas Carvalho Soares de Aguiar Pereira

Resumo


Os impressos contribuíram para a difusão de representações, de diferenciações e de classificações sociais do comportamento feminino. Durante as décadas de 1920 e 1930 em Belo Horizonte, Minas Gerais, os jornais publicaram diversos textos dispersos dirigidos às mulheres e aos seus comportamentos que são uma importante série documental para a análise das distinções a partir da interseccionalidade do gênero com as dimensões raciais e sexuais (morais). Essas representações produziram e foram produzidas pela dicotomia entre “mulher honesta” e “mulher decaída”. Argumento que essa situação é parte de um amplo processo de construção de diferentes mecanismos de normatização dos comportamentos femininos que se relacionam com as distinções sociais e de gênero que marcaram a sociedade brasileira.

*

The press contributed to the production and dissemination of social representation, differentiation and classifications of female behaviour. The 1920’s and 1930’s newspapers in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil, have published several dispersed texts addressed to women and their behaviour. They form an important series of documents to the analysis of social distinctions from intersectionality of gender with the racial, social and sexual (moral) dimensions. These representations forged and have been shaped by the dichotomy between the “honest woman” and the “fallen woman”. I argue that this situation is part of a large process of production of different arrangements of standardisation of female performance that are related with the social and gender distinctions of the Brazilian society.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18223/hiscult.v8i2.2285

 

Licença Creative Commons A Revista História e Cultura, ISSN: 2238-6270, Franca, SP, Brasil, está licenciada sob uma Licença Creative Commons