PERCEPÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA FAMÍLIA NO CONTEXTO ESCOLAR DE CRIANÇAS COM IMPLANTE COCLEAR

Monique Furlaneto, Maria José Monteiro Benjamin Buffa, Cleonice da Silva

Resumo


Este estudo teve como objetivo geral conhecer o nível de percepçãoe de participação dos familiares a respeito da inclusão escolar da criançausuária de implante coclear (IC), com idade entre 4 e 8 anos, atendidas noCentro de Pesquisas Audiológicas (CPA) e inseridas na rede regular de ensinode várias regiões do Brasil. O estudo foi realizado na abordagem qualiquantitativae os instrumentos para coleta de dados foram a análise dedocumentos e entrevista semi-estruturada. Os resultados permitiram concluirque na percepção dos familiares, as escolas estão despreparadas para atuarcom crianças usuárias de IC, apesar da minoria não ter tido dificuldade emrelação ao acesso a educação da criança. A maioria acha importante aparticipação da família no processo de inclusão escolar. Para os familiares amaior dificuldade das crianças usuárias de IC, na sala de aula, está em ouvir,tanto em ambientes ruidosos, quanto em entender a fala do professor quandoeste não se posiciona de frente; as crianças têm facilidade em se relacionarcom os colegas e, a maioria acha que as orientações da assistente socialcontribuem significativamente para o processo de inclusão escolar dessascrianças.Palavra chave: Implante coclear, Serviço Social, Escolas.

Texto completo:

PDF


eISSN: 2176-0896

Locations of visitors to this page